SEJA BEM-VINDO AO NOSSO SITE!

A OET – Ordem dos Engenheiros Técnicos, é a associação de direito público representativa dos Engenheiros Técnicos, com estatuto aprovado pelo Decreto-Lei n.º 349/99, de 2 de setembro, alterado sucessivamente pela Lei 47/2011, de 27 de junho, e pela Lei n.º 157/2015, de 17 de setembro.

 

Mensagem de Boas Festas

 

Bastonário OET

Caras e Caros Colegas,

Este ano foi certamente um ano muito difícil quer a nível pessoal quer a nível profissional para todos nós. A pandemia que o mundo atravessa veio testar as nossas forças e capacidades de olhar para o futuro de uma forma determinada e corajosa. E os Engenheiros Técnicos mostraram à sociedade civil e aos decisores políticos um enorme sentido de responsabilidade, provando uma vez mais, a importância do seu papel no desenvolvimento da engenharia em Portugal.

A defesa da necessidade premente da participação ativa dos Engenheiros Técnicos nos locais onde vivem ou trabalham, no cumprimento do nosso dever de contribuir para o bem-estar das populações é fundamental também para o progresso do país.

Para o ano de 2021 fica o desafio de não pactuar com os supremacistas, que continuam a tudo fazer para impedir que a OET possa ser membro do Conselho Nacional das Ordens Profissionais (CNOP), da Federação das Associações de Engenheiros de Língua Portuguesa (FAELP) e de outras organizações, que pela sua natureza deveriam integrar todas as ordens profissionais.

Mas, infelizmente, estes supremacistas que ainda têm influência nos bastidores das decisões, continuam a tudo fazer de impedir que os Engenheiros Técnicos sejam reconhecidos, por exemplo, no acesso aos lugares de chefia na função pública, por via de uma lei, a Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas (LGTFP), que não só impede que os Engenheiros Técnicos acedam aos lugares de chefia, mas igualmente impede que os Engenheiros Técnicos bacharéis acedam aos concursos de admissão à função pública.

Estamos determinados em continuar a lutar para que pessoas que não Engenheiros Técnicos ou Engenheiros possam praticar atos de engenharia. As Ordens Profissionais não podem continuar a gastar as suas energias em efemérides mais ou menos supérfluas, enquanto os seus membros no terreno todos os dias vêm os seus atos (que lhes deviam ser reservados) usurpados por pessoas sem formação em engenharia. Esta frase encerra em si três dimensões fundamentais: a) A defesa do consumidor final b) A defesa dos atos que só os seus membros deveriam poder praticar c) A dignificação da Função Pública.

É por isso que somos, com orgulho, Engenheiros Técnicos.

A Ordem continuará a seguir o caminho de prestígio que tem percorrido e que hoje nos dá a certeza de ter na OET – Ordem dos Engenheiros Técnicos, uma associação que defende intransigentemente a Engenharia e a sua prática pelos Engenheiros Técnicos.

Continuaremos a dignificar o exercício da engenharia em Portugal e a promover o prestígio da classe dos Engenheiros Técnicos.

O próximo ano será de novos desafios e certamente novas conquistas,  Neste final de ano quero lembrar todos os nossos Colegas falecidos e que nos acompanharam ao longo de muitos anos ajudando a construir esta Ordem Profissional.

Mas os tempos são difíceis, por isso desejo a todos Boas Festas e um Feliz Ano Novo, com muita saúde e que conjugados com a realização pessoal nos dará esperança e alegria para o novo 2021, porque o resto nós SABEMOS FAZER.

Saber fazer, fazer bem e à primeira.

 

O Bastonário

Augusto Ferreira Guedes

 

Bastonário OET Augusto Ferreira Guedes

Dia do Engenheiro Técnico – 02 de setembro

 

Caras e Caros Colegas

Passam hoje 21 anos desde a publicação do Estatuto de Associação Pública dos Engenheiros Técnicos (através do Decreto-Lei nº 349/99, de 2 de setembro, tendo este desejo sido, posteriormente, reforçado com a redenominação para OET – Ordem dos Engenheiros Técnicos através da Lei n.º 47/2011, de 27 de junho, alterada e republicada pela Lei n.º 157/2015, de 17 de setembro) e 168 anos da existência destes profissionais.

Esta data é de uma importância extrema, pois marca o início do fim de um processo de estigmatização a que estavam votados os Engenheiros Técnicos desde 1911.

Para assinalar este dia, será votado nos próximos dias 12 e 19 de setembro o novo Regulamente de Registo e Inscrição na OET e o novo Regulamento de Atribuição do Título de Engenheiro Técnico Especialista que pensamos pôr definitivamente para trás os medos de sermos nós mesmos: os que fazemos bem e à primeira.

É deste modo que continuaremos a dignificar o exercício da engenharia em Portugal e a promover o prestígio da classe dos Engenheiros Técnicos.

O primeiro dever do Engenheiro Técnico é possuir uma boa preparação científica e técnica, de modo a desempenhar absolutamente as funções que lhe forem confiadas, contribuindo para o progresso da engenharia, tendo sempre presente que, o fim último da sua atividade, é a promoção económico-social da comunidade em que se integra. A inserção do Engenheiro Técnico no mundo do trabalho exige que ele complete, desenvolva e atualize a sua formação humanística, de forma a poder tomar uma posição esclarecida nas questões político-sociais.

Ao longo da sua existência, esta profissão registou diversas designações, tendo a atual denominação de Engenheiro Técnico sido adotada pelo legislador, pela primeira vez no Decreto-Lei nº 830/74, de 31 de dezembro, cujo preâmbulo, a propósito da então operada conversão dos institutos industriais em institutos superiores de engenharia, consta que ao bacharelato conferido por estes novos estabelecimentos de ensino    “…fica a corresponder o título profissional de Engenheiro Técnico, de uso já generalizado”, tendo este princípio informador sido concretizado através da especificação, constante no nº 1 do artigo 3º deste diploma legal, de que aos bacharéis e licenciados correspondem, respetivamente, os títulos de Engenheiro Técnico e de Engenheiro. Enfrentando e superando vicissitudes várias, próprias da evolução da sociedade e da dinâmica dos novos desafios com que se confronta a engenharia em permanência, os Engenheiros Técnicos e as suas organizações representativas, sindicatos e associações, sempre pautaram a sua atuação tendo em conta, quer a razão de ser da profissão de Engenheiro Técnico quer o imperioso objetivo de assegurar sem interrupção o seu contributo para o progresso da sociedade.

> 2 de setembro é importante, por ser o dia em que um dos últimos tabus da sociedade portuguesa é derrubado com a aprovação do 1.º curso de medicina numa universidade privada.

> 2 de setembro, é um dia importante para a Engenharia Portuguesa pelos motivos que referi anteriormente.

 

Quero assim, agradecer a todos estes profissionais o contributo dado ao desenvolvimento do nosso país e para o prestígio da nossa Ordem.

Mas os tempos são difíceis, por isso desejo a todos muita saúde e muito trabalho, porque o resto nós SABEMOS FAZER.

 

Augusto Ferreira Guedes

Bastonário

Curso Online: Sistemas de Informação Geográfica (QGIS)
Data : 1 Março 2021 | Hora : 12:23

16, 17, 18 E 19 DE MARÇO

INSCRIÇÕES LIMITADAS

 

O Laboratório Regional de Engenharia Civil promove formação em Sistemas de Informação Geográfica (QGIS).

Um Sistema de Informação Geográfica (SIG ou GIS – Geographic Information System, do acrónimo inglês) é um sistema de hardware, software, informação espacial e procedimentos computacionais que permite e facilita a análise, gestão ou representação do espaço e dos fenómenos que nele ocorrem.

O QGIS, ou Quantum GIS é um software SIG Open Source multiplataforma de distribuição livre e gratuita, capaz de realizar diversas análises geográficas, possui um conjunto de extensões (plugins) que lhe confere mais funcionalidades e suporta variadíssimos tipos de ficheiros, quer vectoriais, quer matriciais.

O LREC, promove com recurso aos seus técnicos, uma formação em QGIS, ajudando assim as empresas a enfrentar os desafios propostos pelos clientes e parceiros.

 

Aceda aqui ao Cartaz do Curso

Aceda aqui ao Folheto do Curso

Aceda aqui à Ficha de Inscrição no Curso

 

CONTACTOS:

LABORATÓRIO REGIONAL DE ENGENHARIA CIVIL
Dr.ª Helena Brasil | Dr.ª Adriana Alves
Rua de São Gonçalo, s/n
9500-343 Ponta Delgada
Telef.: 296 301 500 ▪ Fax: 296 654 109  ▪ e-mail: eventos.LREC@azores.gov.pt

Ler mais
Declarações para circulação no estado de emergência
Data : 22 Fevereiro 2021 | Hora : 10:45

A OET disponibiliza minutas de declaração para que os engenheiros técnicos possam circular durante o estado de emergência, estejam ao serviço de uma empresa (neste caso a declaração deve ser impressa em papel timbrado da empresa, com carimbo aposto) ou no regime liberal.

Modelo de Declaração – Empresa

Modelo de Declaração – Regime Liberal

Ler mais
AICOPA – Boletim Informativo “Construção e Materiais”
Data : 17 Fevereiro 2021 | Hora : 14:20

A AICOPA – Associação dos Industriais de Construção Civil e Obras Públicas dos Açores – publicou o seu boletim informativo “Construção e Materiais” n.º 151, de janeiro de 2021.

Aceda aqui ao boletim “Construção e Materiais“.

Ler mais
Congresso da Reabilitação – CONREA 2021
Data : 11 Fevereiro 2021 | Hora : 12:33

O Congresso da Reabilitação – CONREA 2021 terá lugar na Reitoria da Universidade de Aveiro nos dias 29 e 30 de junho e 1 de julho de 2021.

A reabilitação do edificado tem vindo a crescer de forma significativa em Portugal, apresentando-se como um setor intrinsecamente ligado a fenómenos turísticos, imobiliários e de gestão urbana da cidade. O desenvolvimento destes setores mobilizadores da economia deveria pressupor a aplicação de conhecimento técnico e científico, com fortes bases nas teorias e Cartas internacionais para orientação das estratégias de intervenção no Património na atualidade. De notar que finalmente a reabilitação sísmica se encontra na ordem do dia fruto da pressão da comunidade científica e da legislação que entrou em vigor em finais de 2019. No entanto, a legislação veio levantar grandes dúvidas de interpretação e atuação no edificado, quer por parte dos técnicos, quer por parte da população em geral. As respostas aos desafios reforçam a necessidade da interoperabilidade entre os membros das equipas técnicas multidisciplinares, num trabalho conjunto que envolva simultaneamente a arquitetura, a engenharia, a conservação e restauro, a arqueologia, a história, entre outros, considerando ainda o contributo importante da ciência e a escala global da gestão do território, peça chave no sucesso de uma reabilitação urbana.

A acompanhar estas duas áreas de atuação – a Reabilitação do Património edificado e a Reabilitação sísmica – temos o que se vai realizando na prática profissional com a necessidade de se executarem projetos que integrem a avaliação do valor cultural e patrimonial da construção e o encontro de equilíbrios com a legislação atual.

Submissão de resumos até 15 de Fevereiro.

Informação adicional: http://conrea2021.web.ua.pt/

Contactos:

CONREA2021 – O Congresso da Reabilitação
Departamento de Engenharia Civil
Universidade de Aveiro
Campus Universitário de Santiago
3810-193 Aveiro, Portugal

Telefone: + 351 234370049
email: DECIVIL-CONREA@ua.pt

Ler mais
Prémio Nacional de Reabilitação Urbana – IX Edição
Data : 21 Janeiro 2021 | Hora : 17:58

INSCRIÇÕES ABERTAS

 

Decorrem até 8 de março de 2021, as pré-candidaturas (fase obrigatória) para o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana – IX Edição. Podem candidatar-se intervenções urbanas terminadas entre 1 de janeiro de 2019 e 31 de dezembro de 2020.

Qualquer entidade interveniente no projeto pode apresentar a candidatura, desde que acompanhada da declaração de consentimento das entidades com direitos sobre o projeto.

Os vencedores do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana serão apresentados em maio.

SABER MAIS AQUI

 

Ler mais