SEJA BEM-VINDO AO NOSSO SITE!

A OET – Ordem dos Engenheiros Técnicos, é a associação de direito público representativa dos Engenheiros Técnicos, com estatuto aprovado pelo Decreto-Lei n.º 349/99, de 2 de setembro, alterado sucessivamente pela Lei 47/2011, de 27 de junho, e pela Lei n.º 157/2015, de 17 de setembro.

Seminário de Caracterização dos materiais de origem vulcânica dos Açores
Data : 19 Março 2019 | Hora : 11:24

O Laboratório Regional de Engenharia Civil (LREC) realiza no próximo dia 25 de março, um Seminário em Ponta Delgada, de Caracterização dos materiais de origem vulcânica dos Açores.

A realização deste Seminário pretende partilhar o conhecimento adquirido nos últimos anos, resultante da experiência que se foi construindo e consolidando através da realização de estudos neste domínio no LREC, sobre os diferentes materiais de origem vulcânica existentes nos Açores.

Pretende-se igualmente sensibilizar os participantes para a importância dos ensaios “in situ” e de “laboratório” utilizados na obtenção dos parâmetros necessários aos diferentes dimensionamentos geotécnicos, e demonstrar que estes estudos são cruciais na caraterização geotécnica dos terrenos de fundação e de estruturas de contenção.

O evento é gratuito, mas de inscrição obrigatória a qual pode ser feita através do site do LREC, onde pode aceder a mais informações .

Ler mais
“Use&Abuse”: Nova fase de candidaturas – Solos
Data : 1 Março 2019 | Hora : 16:49

O concurso criativo “Use&Abuse” deu início, dia 28 de fevereiro, a uma nova fase de candidaturas. Este novo período de inscrições, que irá decorrer até dia 28 de março, destina-se à apresentação de projetos baseados na utilização de solos.

O desafio lançado passa pela elaboração de projetos ou ideias, baseadas na utilização da pozolana ou da pedra-pomes, e que possam trazer usos inovadores e diferenciadores a estes recursos.

Estruturas de alvenaria de baixo custo, componentes de infraestruturas costeiras, arquitetura e design, formação de agregados naturais, formulação de cimento, blocos e betão, materiais de enchimento, solos artificiais e caminhos rurais e florestais, são algumas das possíveis aplicações destes tipos de solos.

A participação pode ser feita por qualquer pessoa, a título individual ou coletivo, podendo o vencedor ver o seu projeto tomar forma e ser comercializado.

O “Use&Abuse” é uma iniciativa da Plataforma de Indústria Criativa dos Açores, promovida Governo Regional dos Açores através do Laboratório Regional de Engenharia Civil (LREC), que visa ligar a criatividade e a inovação, realçando a potencialidade dos nossos recursos endógenos.

As inscrições podem ser feitas através da página do projeto, onde pode encontrar mais informações: picriativa-azores.com

Ler mais
Conferência Ibero-Americana de Engenharia de Segurança do Trabalho
Data : 19 Fevereiro 2019 | Hora : 12:02

28 e 29 de Março, 2019

UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

 

Membros da OET: condição especial de participação na IBERO-ST, um desconto de 40% no valor da inscrição.

Importante: os profissionais vinculados a OET, ao preencher a ficha de inscrição, via site do evento, devem informar no campo observação (última linha da ficha) o seguinte texto: Profissional OET. Com essa informação será concedido o desconto de 40%.

A finalidade principal da IBERO-ST é oportunizar a discussão de alto nível sobre experiências, iniciativas e pesquisas relacionadas à prevenção de acidentes e doenças ocupacionais no âmbito da comunidade ibero-americana, envolvendo governos, agencias oficiais e não oficiais especializadas em SST, Instituições de ensino, entidades profissionais e de classe, profissionais, estudantes e demais interessados na temática de SST.

Para mais informações e inscrições, aceda a: https://aiestibero.wixsite.com/iberost/inicio

 

 

Ler mais
2º Simpósio de Acústica e Vibrações
Data : 30 Janeiro 2019 | Hora : 16:04

O 2º Simpósio de Acústica e Vibrações irá realizar-se em Coimbra, no dia 24 de maio de 2019, no Auditório do ITeCons, Rua Pedro Hispano, em Coimbra.

Este evento, organizado pelo ITeCons, pretende ser um fórum de partilha, discussão e reflexão onde estarão vários profissionais que trabalham nas áreas da acústica e vibrações, para trocar experiências e divulgar o seu trabalho e investigação.

Pretende-se reunir neste fórum Técnicos, Projetistas, Licenciadores, Promotores, Investigadores, Estudantes, Industriais e todos aqueles que possam contribuir para a partilha de conhecimentos nestas áreas.

Mais informação sobre o evento encontra-se disponível no site do simpósio, em http://www.acustica2019.uc.pt, onde se anuncia também o apoio institucional da OET.

Ler mais
Informação – Aprovação de Projetos de Instalações Elétricas de Serviço Particular
Data : 29 Janeiro 2019 | Hora : 18:17

Este esclarecimento deve ser entendido como um contributo dos autores à interpretação das cartas endereçadas pela EDA aos municípios da RAA, como atuará nas situações de pré-viabilidades no âmbito do DL 555/99 (RGEU) e contratação de novas ligações ou aumentos de potência. Cada técnico/entidade projetista e instaladora deve interpretar o tipo de instalação/solução a intervir, e cumprir com os regulamentos e legislação em vigor.

“A publicação do DL 96/2017, de 10 agosto, alterada pela Lei 61/2018, de 21 de Agosto, introduziu algumas alterações, sobre a elaboração de projetos de instalações elétricas de serviço particular tipo C, nomeadamente a obrigatoriedade de existência de projeto elétrico, para potências superiores a 10,35 kVA, por técnico devidamente habilitado pela respetiva associação profissional, e conforme previsto no estatuto TRIESP da RAA.

De acordo com a legislação em vigor, compete aos técnicos habilitados à função de projetista, a responsabilidade pela elaboração e subscrição dos respetivos projetos, bem como garantir o cumprimento da legislação e regulamentos associados. Após a execução da empreitada, todas as instalações elétricas do tipo C deverão possuir declaração de inspeção (se a potência instalada for superior a 6,9kva), a emitir por entidade competente, e/ou termo/declaração de responsabilidade pela execução e/ou exploração, conforme legalmente exigível (para os restantes casos).

Face ao exposto, e considerando que não existe na RAA  entidades inspetoras de instalações elétricas, e não compete ao Operador da Rede de Distribuição (EDA) a aprovação de projetos de instalações de elétricas de serviço particular tipo C, foi enviado a todos os municípios da RAA, responsáveis pela cedência dos títulos de autorização administrativa (alvará, licença de utilização, etc.), uma missiva identificando que o pedido de viabilidade prévio de uma determinada instalação elétrica deve vir acompanhado de ficha eletrotécnica e planta de localização, para potências até 6,9 kVA, e ficha eletrotécnica, termo de responsabilidade pelo projeto e planta de localização, para potências superiores a 6,9 kVA. Igual procedimento deverá ser considerado nos processos de aumento de potência ou contratação de fornecimento de energia elétrica, excetuando-se as instalações de carácter provisório como pedidos de fornecimento de energia para obras, eventuais/festivas, etc.

No que concerne aos projetos de instalações elétricas de serviço particular tipo A e B, e as instalações elétricas de serviço público, mantêm-se os normativos e procedimentos atualmente em vigor.”

Autores: Mário Martins e Carlos Martins

Ler mais