Criação da Associação de Engenharia da Macaronésia (AEM)

Criação da Associação de Engenharia da Macaronésia (AEM)

No passado dia 25 de janeiro em Angra do Heroísmo, a Ordem dos Engenheiros Técnicos, a Asociación Canaria de Inginieiros de Telecomunicaciones, o Colegio Oficial de Peritos e Ingenieros Técnicos Industriales de Santa Cruz de Tenerife e o Instituto de Segurança e Saúde Ocupacional de Cabo Verde, formalizaram a criação da Associação de Engenharia da Macaronésia (AEM).

A AEM, criada com o objetivo de desenvolver e promover atividades associativas de natureza técnica estimulando e potenciando a realização de iniciativas e programas que concorram para o estímulo do conhecimento tecnológico e da capacidade empresarial ao longo de toda a cadeia de valor associada ao sector da engenharia, junta assim um conjunto de Entidades que, com interesses e objetivos comuns, se inscrevem na área geográfica da Macaronésia ou seja, a região Atlântica ao longo dos limites Oeste da Europa continental e da faixa costeira do Noroeste de África, aonde se situam os Arquipélagos das  Ilhas Canárias, Cabo Verde, Açores, Madeira e Ilhas Selvagens.

A OET, neste ato representada pelo Vice-Presidente, Eng. Téc. António Lousada, dá assim mais um importante passo na afirmação de uma estratégia de valor que garantirá às Secções Regionais dos Açores e da Madeira, integradas na Região da Macaronésia, um posicionamento diferenciado perante um conjunto de desafios comuns às entidades localizadas na região da Macaronésia.

Este é pois muito mais do que a simples criação de uma Associação já que, acima de tudo, representa a assunção de valores, capacidades e objetivos comuns às entidades agora associadas que, por via da sua condição arquipelágica atlântica, querem, através desta Associação, tornar real uma vantagem competitiva para os seus maiores ativos, os membros e associados.

O passo seguinte,  deverá passar pelo desenvolvimento estratégico de ações e atividades conjuntas baseadas nas capacidades que possam materializar o desenvolvimento interno e  externo  da AEM assente naquilo que também deve ser o objetivo da afirmação da Engenharia e dos Engenheiros Técnicos nas sociedades da Macaronésia.

Por outro lado, a Direção da AEM irá agora trabalhar no reforço da Associação através da entrada de novos Associados, sejam empresas, entidades institucionais ou particulares, que possam garantir um estreitar das relações agora criadas e que irão servir, essencialmente, para  mobilizar  recursos  suplementares  neste ambiente  em que, os novos parceiros,  contribuirão com forças complementares e adicionais à afirmação da Macaronésia e dos seus Engenheiros Técnicos.

FOTOS